07/01/2021 às 14:35:09

Como ajudar alguém que passa pelo momento de luto?

O processo de luto pode ser mais lento e doloroso para algumas pessoas, enquanto outras conseguem ressignificar esta dor de forma mais rápida, mas em ambos os casos, todos que vivem a perda de um ente querido passam por todas as fases desta superação e muitas vezes é difícil saber como ajudar neste momento.

Como ajudar alguém que passa pelo momento de luto?

Consolar quem passa pelo luto é uma demonstração de empatia e compreensão, mas também é importante saber o que dizer e como se comunicar com alguém já fragilizado por uma perda. Confira algumas dicas para lidar da melhor forma com alguém que enfrenta esta realidade e ajudar de fato no processo.

Evite utilizar clichês

Apesar da boa intenção ao utilizarmos frases como “Vai passar”, “Tudo vai ficar bem” e “Você vai superar isso”, é preciso ter cuidado com os famosos clichês. Quando se fala algo do tipo pode soar com ar de indiferença para quem escuta dependendo do tom de voz ou ritmo da conversa, por isso busque mais originalidade e sinceridade nas palavras, isso será percebido pela pessoa como um sinal verdadeiro de empatia e cuidado, e assim será mais fácil para ela receber e compreender sua mensagem.

Escute tudo que a pessoa tem a dizer e mostre proximidade

Ao consolar alguém é preciso respeitar seu espaço pessoal, mas a proximidade também é fator importante. Em momentos mais delicados, é comum que a pessoa se sinta sozinha ou incompreendida por aqueles que não enfrentam a mesma dor, e por isso tende a se afastar mais do que o comum. Tente contornar isto de forma tranquila, para não causar a sensação de invasão do espaço e ouça tudo que ela tem a dizer. Extravasar sentimentos colocando para fora tudo que se encontra na mente, pode ajudar quem passa pelo processo de luto a compreender melhor os próprios sentimentos, e colocar para fora sensações ruins que carregava consigo. Seja o ouvinte que esta pessoa precisa sem qualquer julgamento, e compreenda que momentos de dor podem nos levar a pensamentos confusos e até mesmo absurdos enquanto superamos uma perda.

Não diga que ela deve ser forte

Muitas vezes quando enfrentamos dificuldades, escutamos de pessoas próximas que devemos ser fortes, mas esta mensagem é bastante incompleta e exige algo irreal. Todos passamos por momentos em que nos sentimos tristes, com medo, impotentes e etc, e a ideia de que se deve ser forte pode mascarar uma dor que não está resolvida. Precisamos passar por todos os estágios do luto, viver cada uma das fases de acordo com o nosso próprio emocional, para que então a nossa mente compreenda por si própria que chegou a hora de seguir em frente. Não diga que a pessoa que deseja consolar deve ser forte, mas mostre que ela deve se respeitar e pode sentir tudo que precisar para estar melhor e bem resolvida quando este momento chegar ao fim.

Evite dizer algo que exija alguma ação

Quando nos encontramos fragilizados por algum acontecimento, é normal que qualquer ação necessária ou atividade que precise ser feita fique para trás, afinal de contas, não estamos com cabeça para nenhuma atividade, e o mesmo se aplica a exigências. Pessoas que enfrentam o luto podem entender qualquer conselho que precise de alguma ação, como uma exigência bastante custosa para se realizar, então evite dizer que esta pessoa precisa fazer algo, agir, correr, superar, seguir em frente, etc. Verbos no imperativo, que denotam alguma ação, não serão bem recebidos neste momento, então opte por uma comunicação mais serena.

Mostre que está ali para ajudar

Oferecer ajuda e mostrar que está ali sem qualquer outra intenção, apenas para demonstrar apoio, pode ser mais efetivo do que qualquer palavra. Estar presente e com a intenção de ver quem passa pelo processo de luto bem, espanta a solidão deste momento, e faz com que esta pessoa se sinta querida e amada mesmo em momentos difíceis, por isso esteja presente, sempre com muito respeito e cuidado, isto fará toda a diferença.

Não escolha o silêncio 

Apesar de ser uma alternativa bastante cômoda e tranquila para quem convive com alguém que passa pelo processo de luto, o silêncio pode ser bastante prejudicial, e intensificar os sentimentos de tristeza, medo, incompreensão e solidão. Apesar do possível afastamento por não estar sabendo lidar com a situação, quem se encontra enlutado espera se sentir acolhido e amado, e este acolhimento ocorre especialmente através das palavras recebidas.

A sua influência no processo de luto de alguém próximo, pode ser um dos fatores principais que determinará quanto tempo este processo vai durar e o quanto exigirá emocionalmente, por isso utilize a empatia e não seja indiferente a este sentimento tão doloroso. 

Esteja atento ao nosso Informativo para ficar por dentro de novidades e muitas dicas valiosas para você e sua família!